Você está aqui: PÁGINA INICIAL » NOTICIAS, OUTRAS NOTICIAS » Dormir pouco na adolescência favorece problemas cardíacos

Dormir pouco na adolescência favorece problemas cardíacos

       

Dificuldade para pegar no sono está relacionada a sedentarismo e má alimentação

Por Minha Vida – publicado em 04/10/2012

Seus filhos dormem tempo o suficiente? Se a resposta for não, talvez seja melhor estabelecer um horário de ir para a cama. Isso porque um novo estudo publicado no CMAJ (Canadian Medical Association Journal) descobriu que poucas horas de sono na adolescência aumentam o risco de problemas cardíacos, como infarto, na idade adulta. A pesquisa foi liderada por um cardiologista do Hospital for Sick Children, no Canadá.
Os especialistas colheram dados de mais de 4.100 adolescentes e descobriram que eles dormiam, em média, 7,9 horas por noite durante a semana e 9,4 horas por noite aos fins de semana. Quase 20% deles declararam ter poucas horas de sono durante a semana e 10% disse não dormir o suficiente no fim de semana. Além disso, cerca de 6% afirmaram usar medicações para ajudar a dormir.Os resultados da análise mostraram que a má qualidade do sono foi associada a um índice de massa corporal (Descubra seu peso ideal) mais elevado, maior tamanho de cintura e níveis de colesterol e pressão arterial mais altos, todos fatores de risco para doenças do coração. A descoberta é importante principalmente porque mostra que hábitos cultivados na juventude nos acompanham por toda a vida.

Uma possível explicação seria o fato de que acordar durante a noite, apresentar dificuldade para pegar no sono e ter pesadelos estão relacionados a outros hábitos ruins, como cultivar uma dieta desequilibrada e ser sedentário.

Dicas para dormir melhor

Dormir bem melhora o humor, a memória, previne doenças e faz você viver mais. Veja como melhorar essas horas fundamentais do seu dia:

1. Posição
A melhor posição para dormir é de lado. Só assim é possível alinhar a coluna e deixar os músculos completamente relaxados. Escolha um travesseiro com altura igual à distância entre o pescoço e a parte externa do braço.

2. Colchão
Nem muito mole nem muito firme. Esse é o colchão ideal para uma boa noite de sono. Prefira os de látex, que costumam se adaptar melhor ao contorno do corpo, aliviando os pontos de pressão.

3. Relaxe
Não leve preocupações para o quarto. Controle a ansiedade e vá dormir apenas quando se sentir tranquilo. Um banho morno pode ajudar.

4. Desligue tudo
Televisão, computador e qualquer outro dispositivo eletrônico deve ser desligado na hora de dormir. A luz desses aparelhos atrasa a produção de substâncias responsáveis por avisar o corpo de que chegou a hora de dormir.

5. Hora certa
Tentar dormir todos os dias no mesmo horário educa seu organismo a sentir sono. Tome um banho morno antes e, se não sentir sono, leve uma leitura relaxante para a cama. Evite ligar a televisão e, se for ouvir música, opte por uma trilha relaxante e em volume mais baixo.

Fonte:   http://www.minhavida.com.br/saude

 

© 2013 Rádio Advir