Você está aqui: PÁGINA INICIAL » DESTAQUES, DICAS DE SAÚDE, SAÚDE 1 » Dois chás por dia reduzem o risco de câncer de próstata, diz estudo

Dois chás por dia reduzem o risco de câncer de próstata, diz estudo

Uso regular da bebida diminui em 37% probabilidade de desenvolver um tumor

Por Minha Vida – publicado em 27/03/2013

 

Um estudo realizado por cientistas da Universidade de Maastricht, na Holanda, descobriu que homens que bebem pelo menos duas xícaras de qualquer tipo de chá por dia apresentam menor risco de desenvolver câncer de próstata. Os resultados foram publicados em março no jornal Cancer Causes & Control.

A equipe comparou 892 homens diagnosticados com câncer de próstata com um grupo controle de cerca de 800 homens que estavam em boa saúde. Os pesquisadores estudaram a dieta e os hábitos de consumo dos dois grupos e notaram que aqueles que ingeriam duas ou mais xícaras de chá por dia apresentavam um risco 37% menor de desenvolver câncer de próstata do que aqueles que não consumiam a bebida. Além disso, os autores notaram que a maioria dos participantes consumia café, e que essa bebida não causava impacto significativo na redução do risco de câncer.

O estudo não examinou como o chá pode ajudar a prevenir tumores de próstata. No entanto, investigações anteriores já demonstraram que a bebida contém substâncias chamadas polifenois, que podem proteger os tecidos e órgãos vitais contra uma invasão de células cancerosas.

Compare os benefícios de 14 tipos de chá
Chás quentinhos são muito bem-vindos, ainda mais quando os termômetros despencam. Para aproveitar as vantagens terapêuticas que eles fornecem, no entanto, é preciso saber a forma correta de preparo. “Desligue o fogo assim que a água começar a ferver, acrescente duas colheres de sopa para um litro ou duas colheres de chá para cada 250 ml, abafe por três a cinco minutos e coe”, explica a nutricionista Flávia Cyfer, do Rio de Janeiro. Ela ainda aconselha a armazenar sempre na geladeira ou na garrafa térmica e jamais reaquecer a bebida, porque parte de suas propriedades serão perdidas. Confira abaixo os benefícios de 14 chás diferentes e escolha o seu preferido!

Capim cidreira
Essa erva é aliada do sistema digestivo e ainda ajuda a aliviar gases. “É um chá ótimo para ser tomado depois das refeições por pessoas que tem problemas de digestão”, conta a nutricionista Flávia Cyfer. A nutricionista Bruna Murta, da Rede Mundo Verde, também lembra que esse chá serve de calmante, como se fosse um sedativo natural.

Camomila - Foto: Getty Images Camomila
Também de ação calmante, a camomila é boa para combater ansiedade e insônia e tem sido muito usada para aliviar a enxaqueca. “Essa opção é muito indicada no período da TPM, já que ajuda a amenizar cólicas, além da ação calmante”, conta a nutricionista Bruna Murta. A nutricionista Flávia Cyfer dá outra dica: “A pessoa que quiser dormir melhor à noite pode misturar uma colher de camomila e outra de erva cidreira, para um efeito sedativo melhor”.

Hortelã - Foto: Getty Images Hortelã
Essa folhinha de aroma revigorante serve como antiparasita e antifúngica, ou seja, ajuda a matar bactérias ruins, principalmente do intestino, e auxilia pessoas que estão com complicações de gases. A nutricionista Bruna Murta acrescenta que ela é ótima para melhorar a digestão, combatendo azias.

Alecrim - Foto: Getty Images Alecrim
“É um digestivo excelente, melhor ainda do que a hortelã”, conta a nutricionista Bruna Murta. O alecrim também é muito usado para ajudar pessoas que querem controlar o peso, pois aumenta a sensação de saciedade.

De acordo com a nutricionista Flávia Cyfer, esse chá ainda tem ações antipasmódica e anti-inflamatória – boas para cólica renal e menstrual -, ação antifúngica – ótima para ajudar a mandar embora o fungo cândida do organismo – e ação desintoxicante. “É um verdadeiro tônico para o fígado”, comenta a profissional.

Erva doce - Foto: Getty Images Erva doce
O aroma dessa erva é muito usado como forma de relaxante. O chá, além de propiciar esse benefício, também ajuda no combate a cólicas e gases, além de melhorar a digestão.

Chá mate - Foto: Getty Images Chá mate
Preferido de muitos, o chá mate tem ação termogênica e antioxidante, bom para acelerar o metabolismo e evitar o envelhecimento precoce. É preciso um cuidado, apenas, com o seu poder estimulante, por conter cafeína. “Pessoas com hipertensão precisam evitar exageros, porque o chá mate aumenta a circulação e ainda pode irritar ainda mais a parede do estômago de quem tem gastrite”, lembra a nutricionista Bruna Murta.

Chá de canela - Foto: Getty Images Chá de canela
A canela pode ser uma ótima aliada no controle de diabetes. A nutricionista Bruna Murta explica que ela ajuda na redução da glicemia, regulando o açúcar no sangue. Além disso, a nutricionista Flávia Cyfer lembra que ela ajuda a diminuir a vontade de comer doces e melhora a circulação.

Um estudo, realizado pelo Kansas State University, nos Estados Unidos, constatou que consumir meia colher de sopa por dia de canela ajuda a regular o colesterol. Os pesquisadores acreditam que tal redução é resultado da ação dos antioxidantes, que ajudariam a eliminar parte da gordura ruim que ingerimos com maior rapidez.

Chá verde - Foto: Getty Images Chá verde
Esse é mais um chá campeão. “É desintoxicante, ajuda a fortalecer o sistema imunológico, previne problemas cardiovasculares por controlar o colesterol e ainda tem vários princípios ativos que ajudam na prevenção do câncer”, afirma a nutricionista Bruna Murta.

Flávia Cyfer complementa as vantagens dessa bebida: ajuda a combater cáries – basta fazer bochechos com ela – e serve de protetor solar interno, ajudando a proteger a pele contra raios ultravioletas. Tomar o chá, no entanto, não dispensa o uso do protetor solar externo.

O chá verde também é muito famoso pela ação termogênica, ou seja, acelera o metabolismo na queima de gorduras e pode contribuir para quem quer perder os quilos extras. Mas vale lembrar que a bebida não é milagrosa e nem ajuda a emagrecer sozinha – sempre é preciso aliar uma dieta equilibrada com exercícios físicos.

Hibisco - Foto: Getty Images Chá de hibisco
Segundo a nutricionista Flávia Cyfer, o hibisco ajuda no controle do colesterol e é muito diurético, capaz de fazer uma varredura de toxinas no organismo. “Ele ajuda a eliminar gordura e pode ser uma boa opção para hipertensos, porque tem menos cafeína que o chá verde, mas benefícios semelhantes”, conta a profissional.

A nutricionista Bruna Murta explica que o fator que torna o chá de hibisco aliado do combate ao excesso de peso é a ação anti-inflamatória. “A bebida ajuda a diminuir a inflamação da obesidade, que é considerada um estado inflamatório do corpo”, afirma.

Chás - Foto: Getty Images Chá de gengibre
“O gengibre é um dos melhores anti-inflamatório que temos na natureza”, diz a nutricionista Flávia Cyfer. Ele também atua no sistema digestivo contra cólicas e gases e ajuda no combate à celulite, tão indesejada pelas mulheres. A nutricionista ainda indica esse chá para combater enjoos e náuseas, principalmente em gestantes, que não podem usar muitos remédios durante a fase da gestação.

Limão - Foto: Getty Images Chá de limão
Além de a fruta ser rica em vitamina C, a nutricionista Flávia Cyfer conta que ela tem ação alcalinizante, ou seja, ajuda a deixar o pH do sangue dentro do nível alcalino, que é como ele deve ficar. “Com esse nível estabilizado, não há perda desnecessária de nutrientes e todos os sistemas do corpo atuam da forma correta, garantindo saúde plena”, diz a profissional.

O conselho de Flávia é fazer o chá junto com a casca, porque ela tem uma ação muito forte de desintoxicação do organismo.

Maracujá - Foto Getty Images Maracujá
O maracujá já é famoso por ajudar a acalmar os nervos. As nutricionistas indicam esse chá para combater ansiedade, estresse, insônia, irritação e agitação.

Maçã - Foto: Getty Images Maçã
A fruta também tem ação calmante, além de ótima para ajudar na digestão. A nutricionista Flávia Cyfer também indica que ela é diurética, com efeito laxante.

Alfazema - Foto: Getty Images Chá de alfazema
Mais um chá que ajuda a aliviar cólicas. De propriedade calmante e bactericida, a alfazema também é muito usada para amenizar dores de cabeça.

Fonte:       www.minhavida.com.br/alimentacao

 

© 2013 Rádio Advir